Menu fechado

Que tipo de pessoas devemos ser?

27/06/2022 | Kevin Tehlen (obreiro), Mensagens

Texto bíblico: 2 Pedro 3.11-18

O texto bíblico indicado refere-se à volta de Jesus e à nossa postura em relação a esse evento. Qual seria então a minha postura? Há várias possibilidades:

  • Há quem observe o mundo ir de mal a pior e que por medo de uma catástrofe deseja que Jesus retorne logo.
  • Há aqueles que estão passando por uma fase boa e com expectativas agradáveis, que gostariam que Jesus ainda demorasse para poderem “aproveitar a vida”.
  • Outros preferem que ele não venha porque têm medo do juízo sobre sua vida.
  • Há também quem simplesmente negue a volta de Jesus porque o tempo vai passando sem que nada aconteça. Pedro comenta isso um pouco antes da passagem indicada acima:

Antes de tudo saibam que nos últimos dias surgirão escarnecedores zombando e seguindo suas próprias paixões. Eles dirão: “O que houve com a promessa da sua vinda? Desde que os antepassados morreram, tudo continua como desde o princípio da criação” (2Pe 3.3-4).

A promessa, porém, é de novos céus e nova terra, onde habita a justiça. Portanto, para o cristão, nada poderá ser melhor do que essa nova e perfeita condição. Assim, resta a pergunta:

Você está preparado para a volta de Jesus?

Os versículos 11 a 13 do texto tratam desta questão:

Saber que Jesus vai voltar deve nos motivar a viver da forma mais santa e piedosa que pudermos e não gerar em nós um sentimento de que vai demorar muito tempo para isso acontecer, para então continuar a viver de qualquer modo.

Sobre a ansiedade ou a negligência quanto ao momento da vinda de Jesus, convém manter em mente o que Jesus disse sobre isso:

Quanto ao dia e a hora, ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai (Mt 24.36).

Este Evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim (Mt 24.14).

Diante disso, é preciso evitar o erro de se omitir em testemunhar de Cristo com o objetivo de retardar sua vinda!

Esperem e empenhem-se (vv 14-16)

Esperar não é ficar inerte, mas na expectativa ansiosa e zelosa do que está por acontecer. Essa ansiedade e o zelo são o que move o nosso empenho em cultivar a paz e a pureza diante de Deus, agindo com diligência do modo que ele espera de nós.

Devemos dar o nosso máximo para sermos encontrados por ele em paz, imaculados e inculpáveis, em contraste com o que se observa no mundo, conforme Paulo descreve:

Não há nenhum justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, ninguém que busque a Deus. Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer (Rm 3.10-12).

Diante disso, merecem consideração as seguintes citações:

Uma vez que Jesus voltará e Deus julgará o mundo com justiça, devemos nos empenhar para que, naquele dia, Deus nos encontre vivendo em paz e santidade e andando de forma irrepreensível. A expectativa da segunda vinda de Cristo é um freio contra o pecado e um estímulo à santidade. É impossível aguardar a segunda vinda e ao mesmo tempo envolver-se em conflitos interpessoais, chafurdar na impureza e viver de forma escandalosa.
(Hernandes D. Lopes)

Verdadeiros mestres usam a Bíblia como uma luz
para iluminar o caminho que estão percorrendo.
Falsos mestres usam a Bíblia como um bêbado usa um poste de luz para se escorar nele .
(Jim Samra)

Cresçam! (vv 17-18)

Portanto, amados, sabendo disso, guardem-se para que não sejam levados pelo erro dos que não têm princípios morais, nem percam a sua firmeza e caiam. Cresçam, porém, na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, agora e para sempre! Amém (2Pe 3.17-18).

Há aqui um equilíbrio fundamental: conhecimento e graça; mente e coração, verdade e experiência. O conhecimento sem a graça é uma arma terrível, a graça sem o conhecimento pode ser extremamente superficial. Combinando os dois, porém, temos uma ferramenta maravilhosa para edificar outras vidas e a igreja. Devemos sempre manter o equilíbrio entre a adoração e o serviço, entre a fé e as obras.
(Hernandes D. Lopes)

Quanto mais, pois, conhecermos a Cristo, tanto mais invocaremos a sua graça. E quanto mais soubermos acerca de Cristo, tanto mais variada será a graça que invocamos.
(Michael Green)

Em resumo:

O fato de que Jesus está voltando MUDA TUDO!

Kevin Tehlen – domingo, 26/6/2022


Programações

DOMINGO

EBD (adultos e crianças) - 9h
Informações

Culto - 10h30
Presencial e online

Culto - 19h
Apenas presencial

SÁBADO

Jovens e adolescentes - 19h
Informações: Instagram

No nosso canal do YouTube, você encontrará diversos outros materiais, como séries de mensagens, músicas dos coros e aulas de Escola Bíblica para adultos e crianças.