Menu fechado

Qual é a diferença?

02/05/2022 | Mensagens, Pr Wilson Greve, Série "Perseverança"

Série Perseverança (6)

Texto bíblico básico: 1Ts 2.13-16

O impacto da palavra de Deus na vida pessoal

Depois de Paulo expor como tratou os tessalonicenses de pai para filho, comenta a reação deles:

Também agradecemos a Deus sem cessar, pois, ao receberem de nossa parte a palavra de Deus, vocês a aceitaram não como palavra de homens, mas segundo o que verdadeiramente é, como palavra de Deus que atua com eficácia em vocês, os que creem (1Ts 2.13).

Eles receberam a Palavra de Deus, ou seja, assimilaram-na em sua mente – o oposto de um exemplo do Antigo Testamento citado em Zc 7.11-12:

Eles se recusaram a dar atenção; teimosamente viraram as costas e taparam os ouvidos. Endureceram o coração para não ouvirem a Lei e as palavras que o Senhor dos Exércitos tinha falado pelo seu Espírito por meio dos antigos profetas. Por isso o Senhor dos Exércitos irou-se muito.

O risco de isso acontecer na igreja também existe – por isso Paulo instrui enfaticamente seu discípulo Timóteo:

Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina. Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos (2Tm 4.2-4).

Quando a palavra de Deus é recebida devidamente, ela penetra em nós e nos transmite energia que nos faz aplicá-la na prática, como uma corrente elétrica penetra num fio e acende a lâmpada ligada a ele.

O resultado disso Paulo já havia descrito um pouco antes:

Partindo de vocês, propagou-se a mensagem do Senhor na Macedônia e na Acaia. Não somente isso, mas também por toda parte tornou-se conhecida a fé que vocês têm em Deus. O resultado é que não temos necessidade de dizer mais nada sobre isso, pois eles mesmos relatam de que maneira vocês nos receberam, como se voltaram para Deus, deixando os ídolos a fim de servir ao Deus vivo e verdadeiro (1Ts 1.8-9).

O impacto da palavra de Deus na vida coletiva

Vocês, irmãos, tornaram-se imitadores das igrejas de Deus em Cristo Jesus que estão na Judéia. Vocês sofreram da parte dos seus próprios conterrâneos as mesmas coisas que aquelas igrejas sofreram da parte dos judeus, que mataram o Senhor Jesus e os profetas, e também nos perseguiram. Eles desagradam a Deus e são hostis a todos, esforçando-se para nos impedir que falemos aos gentios, e estes sejam salvos. Dessa forma, vão sempre completando a medida dos seus pecados. Sobre eles, finalmente, veio a ira (1Ts 2.14-16).

Essa palavra encorajou os discípulos a permanecerem fiéis, tal como expõem as passagens a seguir:

Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma (Tg 1.2-4).

Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo, para que assim, quer eu vá e os veja, quer apenas ouça a seu respeito em minha ausência, fique eu sabendo que vocês permanecem firmes num só espírito, lutando unânimes pela fé evangélica, sem de forma alguma deixar-se intimidar por aqueles que se opõem a vocês. Para eles isso é sinal de destruição, mas para vocês de salvação, e isso da parte de Deus; pois a vocês foi dado o privilégio de não apenas crer em Cristo, mas também de sofrer por ele (Fp 1.27-29).

A palavra encoraja a fazer diferença:

Jesus diz a esse respeito:

Se o mundo os odeia, tenham em mente que antes odiou a mim. Se vocês pertencessem ao mundo, ele os amaria como se fossem dele. Todavia, vocês não são do mundo, mas eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia. Lembrem-se das palavras que eu lhes disse: nenhum escravo é maior do que o seu senhor. Se me perseguiram, também perseguirão vocês (Jo 15.18-20).

Não pensem que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada.
Pois vim para fazer que o homem fique contra seu pai, a filha contra sua mãe, a nora contra sua sogra; os inimigos do homem serão os da sua própria família. Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim
(Mt 10.34-37)

Essa palavra precisa então prevalecer em nossa vida contra quaisquer outras influências:

Se você vai caminhar com Jesus Cristo, você vai estar contra todo o mundo
e contra a grande maioria dos evangélicos também (Paul Washer).

Pr Wilson R. Greve – domingo, 1º/5/2022


Programações

DOMINGO

EBD (adultos e crianças) - 9h
Informações

Culto - 10h30
Presencial e online

Culto - 19h
Apenas presencial

SÁBADO

Jovens e adolescentes - 19h
Informações: Instagram

No nosso canal do YouTube, você encontrará diversos outros materiais, como séries de mensagens, músicas dos coros e aulas de Escola Bíblica para adultos e crianças.