Menu fechado

Andando juntos

24/10/2022 | Mensagens, Pr Wilson Greve, Série "Perseverança"

Série Perseverança (15)

Texto bíblico básico: 1 Tessalonicenses 5.12-15

A igreja de Tessalônica era ainda recente e, diante da expectativa de um breve retorno de Jesus, havia posturas equivocadas de pessoas que, diante disso, pensavam não precisar mais trabalhar. Além disso, havia dúvidas sobre o destino de membros já falecidos.

Assim, para fortalecer sua posição, o texto indicado trata do relacionamento entre os cristãos, em particular entre os membros da igreja e dos respectivos líderes.

1. Quanto aos líderes

Considerar o esforço deles, que muitas vezes é exaustivo (principalmente no caso de voluntários não remunerados) sem perspectiva de resultados imediatos. Sua responsabilidade é grande e precisarão prestar contas dela.

Quando eu disser ao ímpio que é certo que ele morrerá, e você não falar para dissuadi-lo de seus caminhos, aquele ímpio morrerá por sua iniquidade, mas eu considerarei você responsável pela morte dele (Ez 33.8).

Agora lhes pedimos, irmãos, que tenham consideração para com os que se esforçam no trabalho entre vocês, que os lideram no Senhor e os aconselham. Tenham-nos na mais alta estima, com amor, por causa do trabalho deles. Vivam em paz uns com os outros (1Ts 5.12-13).

Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês (Hb 13.17).

Aqueles que lideram ou presidem precisam ser respeitados. Sua atuação é necessária – nem tudo que se passa na vida do cristão ou da igreja se dá espontaneamente:

Certo dia, enquanto adoravam o Senhor e jejuavam, o Espírito Santo disse: “Separem Barnabé e Saulo para realizarem o trabalho para o qual os chamei” (At 13.2).

Tenham-nos na mais alta estima, com amor, por causa do trabalho deles. Vivam em paz uns com os outros (1Ts 5.13).

2. Quanto aos irmãos

Cada um de nós deve também cuidar do próximo assim como os líderes o fazem.  A ajuda que prestamos pode mesmo incluir advertência em casos de indisciplina. É preciso manter a coerência entre o que se ensina e pratica.

Exortamos vocês, irmãos, a que advirtam os ociosos, confortem os desanimados, auxiliem os fracos, sejam pacientes para com todos. Tenham cuidado para que ninguém retribua o mal com o mal, mas sejam sempre bondosos uns para com os outros e para com todos (1Ts 5.14-15).

Advirtam uns aos outros todos os dias, enquanto ainda é “hoje”, para que nenhum de vocês seja enganado pelo pecado e fique endurecido (Hb 3.13).

Trata-se também de encorajar os desanimados:

Quando membros do povo santo passarem por necessidade, ajudem com prontidão. Estejam sempre dispostos a praticar a hospitalidade (Rm 12.13).

Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro (Pv 237.17).

Outra necessidade é auxiliar os fracos e doentes em qualquer sentido:

Tenham cuidado para que o exercício da liberdade de vocês não se torne uma pedra de tropeço para os fracos. Pois, se alguém que tem a consciência fraca vir você que tem este conhecimento comer num templo de ídolos, não será induzido a comer do que foi sacrificado a ídolos? (1Co 8.9-10).

Finalmente, é importante ser paciente com todos:

Tenham cuidado para que ninguém retribua o mal com o mal, mas sejam sempre bondosos uns para com os outros e para com todos (1Ts 5.15).

Pr Wilson R. Greve – domingo, 23/10/2022


Programações

DOMINGO

EBD (adultos e crianças) - 9h
Informações

Culto - 10h30
Presencial e online

Culto - 19h
Apenas presencial

SÁBADO

Jovens e adolescentes - 19h
Informações: Instagram

No nosso canal do YouTube, você encontrará diversos outros materiais, como séries de mensagens, músicas dos coros e aulas de Escola Bíblica para adultos e crianças.