Menu fechado

Que Rei você adora?

26/12/2022 | Mensagens, Pr Wilson Greve

Texto bíblico básico: Mateus 2.1-12

Chegou o momento de fazer planos para o próximo ano. Os magos que foram procurar Jesus em Belém provavelmente tinham antigas tradições da Babilônia sobre esse “rei dos judeus” que viria em nome de Deus. É um bom exemplo para os nossos planos: buscar Deus o tempo todo.

Quando os magos viram e interpretaram a estrela, foram procurar o novo rei para adorá-lo:

Depois que Jesus nasceu em Belém da Judeia, nos dias do rei Herodes, magos vindos do Oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: “Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo (Mt 2.1-2).

Pergunta para nós: Como as pessoas ao nosso redor veem a nossa adoração?

Um outro exemplo de postura diante de Deus, cuja história também pode ter inspirado os magos do Oriente, foi a vida de Daniel na Babilônia. Ao interpretar o sonho de Nabucodonosor, ele deixou claro que todo o mérito desse feito cabia a Deus:

Daniel respondeu: “Nenhum sábio, encantador, mago ou adivinho é capaz de revelar ao rei o mistério sobre o qual ele perguntou, mas existe um Deus nos céus que revela os mistérios” (Dn 2.27-28).

Mais tarde, já no reinado de Dario, Daniel novamente deixou claro diante da conspiração contra ele que sua autoridade era Deus:

Quando Daniel soube que o decreto tinha sido publicado, foi para casa, para o seu quarto, no andar de cima, onde as janelas davam para Jerusalém. Três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus, como costumava fazer. Então aqueles homens foram ver e encontraram Daniel orando, pedindo ajuda a Deus.” (Dn 6.10-11).

Os magos diante de Jesus seguiram esse exemplo: caíram de joelhos e tocaram o chão com a testa como expressão de profunda reverência.

Essas atitudes levantam três perguntas para nós, que examinaremos nos próximos resumos.

Três perguntas que a atitude de Daniel e dos magos levanta para nós:

1) Nossas ações apontam para a glória de Deus?

O apóstolo Paulo ensina:

Quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus. Não se tornem motivo de tropeço, nem para judeus, nem para gregos, nem para a igreja de Deus.Também eu procuro agradar a todos de todas as formas. Porque não estou procurando o meu próprio bem, mas o bem de muitos, para que sejam salvos (1Co 10.31-33).

2) Nossa vida revela o quanto Deus é importante para nós?

Como será o nosso testemunho quando formos desafiados no mundo a um comportamento digno do Senhor? Jesus instrui:

Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele (Jo 14.21).

Revelamos o caráter de Jesus por meio do nosso procedimento?

3) Nossa influência tem produzido impacto no mundo?

Os magos não foram apenas conhecer e adorar Jesus, mas também deixaram lá valiosas lembranças da presença deles:

Ao entrarem na casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram. Então abriram os seus tesouros e lhe deram presentes: ouro, incenso e mirra (Mt 2.11).

De que modo os outros se lembrarão de nós?

Pr Wilson R. Greve – domingo, 25/12/2022


Programações

DOMINGO

EBD (adultos e crianças) - 9h
Informações

Culto - 10h30
Presencial e online

Culto - 19h
Apenas presencial

SÁBADO

Adolescentes - 16h

Jovens - 19h30
Informações: Instagram

No nosso canal do YouTube, você encontrará diversos outros materiais, como séries de mensagens, músicas dos coros e aulas de Escola Bíblica para adultos e crianças.